Seja bem vindo ao site do Sindmetalcz

logo
forcasindical

Sindicato dos Metalúrgicos acompanha negociações do PRÓ dos funcionários da Maxion e Amsted

job-3790033_1920

O Sindicato dos Metalúrgicos de Cruzeiro tem acompanhado as negociações entre as comissões de trabalhadores e das empresas AmstedMaxion e Maxion Cruzeiro, referentes ao pagamento da Participação nos Resultados Operacionais (PRÓ) de seus funcionários.

Uma nova reunião está marcada para a próxima terça-feira (11), para continuar as negociações e assim, na sequência levar até os trabalhadores a cifra desejada por todos.

Jacy Mendes, presidente do sindicato dos metalúrgicos, garante que está acompanhando de perto as negociações, mesmo não podendo estar presencialmente nas reuniões, por ter mais de 60 anos. A comissão do Sindicato tem prestado toda assessoria necessária à comissão de Trabalhadores, que tem se empenhado com toda destreza para conseguir um valor que atenda toda categoria.

Vale ressaltar que a comissão eleita pelos trabalhadores da Maxion, tem buscado o melhor acordo, com muita postura, adotando um nível elevado de diálogo com a empresa, com respeito, cabeça no lugar e pés no chão.

O sindicato, através de sua comissão, elogia o trabalho realizado até o momento, pelo grupo que foi eleito pelos trabalhadores, que estão negociando com a empresa, sempre pensando em fazer o melhor para os companheiros metalúrgicos.

No caso da Amsted, o Sindicato tem um papel ainda maior, já que não houve interessados suficientes para formar a comissão de funcionários. Desta maneira, a entidade negocia o PRÓ com a empresa diretamente. “As negociações do PRÓ para os trabalhadores da ‘Fundição’, estão sendo lideradas pelo sindicato, e garantimos que não vamos deixar nossos companheiros trabalhadores sem respaldo”, disse Jacy Mendes.

O presidente do Sindicato disse que pediu às comissões, para colocar uma porcentagem maior na participação dos resultados obtidos, já que segundo ele, o trabalhador tem se arriscado em meio a pandemia.

“Nós acreditamos que nestes últimos meses, qualquer trabalhador, que continua com suas atividades, merece respeito e reconhecimento, já que se arriscam e arriscam seus familiares, ao enfrentar o desafio de trabalhar em meio a uma pandemia, que infelizmente tem assolado o Brasil e todo Mundo”, finalizou Jacy Mendes.

Leia também: