Seja bem vindo ao site do Sindmetalcz

logo
forcasindical

Sindicato comemora acordo sobre Participação nos Resultados das empresas metalúrgicas de Cruzeiro

sindicato 2


Somados os valores, serão mais de R$28,7 milhões injetados na economia da cidade

O Sindicato dos Metalúrgicos de Cruzeiro, vem a público mostrar a satisfação com as negociações entre funcionários e empresas metalúrgicas da cidade, quanto ao pagamento do PRO (Participação nos Resultados Operacionais).

De acordo com a entidade, após período de diálogo entre as comissões dos funcionários, do sindicato e empresa, ficou estabelecido os valores do beneficio a serem pagos ainda este mês, injetando ao todo na economia da cidade, cerca de R$ 28,7 milhões.

Para o presidente do Sindicado, Jacy Mendes, os valores chegam em um momento importante, não só para os funcionários das empresas, Maxion, Amsted e Carron, mas principalmente para o comércio, que tem sofrido com as restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

 

“Estamos felizes com as negociações e parabenizamos nossos amigos metalúrgicos que fizeram parte das comissões. Esse dinheiro mostra a valorização dos trabalhadores, mas acima de tudo, aquece a economia da cidade, que tanto necessita neste momento de crise pela qual passa o nosso País”, disse Mendes.

 

Maxion – A maior empregadora da cidade, a Maxion fechou o PRO em R$ 6,6 mil, sendo que a primeira parcela, de R$5,5 mil será paga nesta próxima quinta-feira (10/06) e a segunda, de R$1,1 mil em janeiro do ano que vem.

Porém, os valores da participação nos resultados da Maxion poderão ser ainda maiores se a empresa atingir no final do ano, 53% de volume e 53% de qualidade. Neste caso, a chamada variável, poderá render ainda, mais R$400, atingindo a marca de R$ 7 mil ao todo.

 

“Foi uma alegria muito grande ver que a empresa e os trabalhadores chegaram a um valor satisfatório para nossa classe. Vale parabenizar o belo trabalho feito, principalmente pela comissão de funcionários”, disse Jacy Mendes.

Amsted – A empresa Amsted Maxion (Fundição) conseguiu um fixo de R$3 mil, sendo que a primeira parcela, no valor de R$ 2,5 mil, sendo paga já no próximo dia 18 de junho e a segunda parcela em janeiro de 2022. No caso da empresa, os valores podem ser ainda maiores com a variável, podendo acrescer ao beneficio em janeiro, mais R$700.

Na Amsted, Jacy Mendes destacou a participação imprescindível e fundamental do Sindicato nas negociações, visto que não houve a candidatos para representar o trabalhador, ou seja, a empresa negociou direto com a entidade.

“Mesmo sem a comissão do funcionário, não iriamos deixar os nossos amigos da Amsted sem representatividade, por isso o sindicato sentou na mesa de negociações para chegar até esse valor”, explicou.

Carron – A Carrom, micro empresa com 135 trabalhadores, conseguiu mais do que o dobro do valor pago no ano passado (R$400), chegando a cifra de R$1 mil. Na empresa, os funcionários receberão a primeira parcela de R$500 reais no próximo dia 29 de junho e a segunda no dia 15 de janeiro de 2022

O presidente do sindicato, Jacy Mendes fez questão de parabenizar os diretores das empresas pelo pagamento justo do PRO deste ano, bem como pela valorização dos metalúrgicos. Além disso, Mendes fez questão de parabenizar também os trabalhadores que estiveram na linha de frente da negociação.

Leia também: